Terapia de Renascimento

A Respiração de Renascimento, também conhecida como Respiração Intuitiva de Energia ou Respiração Consciente de Energia, é a habilidade de respirar energia, assim como o ar. É a arte de aprender a respirar a partir da própria Respiração.

O Renascimento tem o potencial de melhorar a qualidade de vida de muitas maneiras, e cada “renascido” tem a oportunidade e vivenciar sua própria experiência do que é Renascimento.

 

Uma paciente, após sua primeira experiência de Renascimento, sentiu vontade de escrever a respeito do que sentia. Esse é seu lindo texto:

Outono

Sempre soube que há uma centelha divina dentro de cada um de nós.
Desconfio, às vezes, que esse é o propósito humano – encontrá-la.
Mas não é fácil. Não é simples.
Demanda uma incursão pelos quatro cantos da alma.
Buscar no fundo, revirar, afastar, torcer, encarar é tarefa árdua. De uma vida.
Não raro, nada encontramos. Ou não nos dispomos a isso.
Ao longo do caminho ela nos chama com frequência. Ignoramos quase sempre.
O tempo, entretanto, avança e chega, finalmente, o tempo em que não temos mais tanto tempo. O momento se torna o agora. A busca, urgente. Sentimo-nos, de repente, capazes. Já aprendemos a sofrer. Ganhamos força para encarar. Ousadia para perder e coragem para ganhar.
Cheguei, deitei e comecei a respirar.
No início, apenas cansaço.
E o ar entra.
E o ar sai.
E o ar entra.
E o ar sai…de repente vislumbro minha centelha.
Primeiro você chega me dizendo que há vida. Que o findar é cíclico e a busca, infinita.
Que continuamos. Que vivemos um eterno gerúndio.
Na verdade, você continua. Vivo. Vivo na minha história. Não somente na história pregressa. Você é parte, não apenas da vida vivida. Mas da vida presente. E dos projetos, do pensamento, da emoção…da vida sonhada…que se refaz a cada noite e se despedaça a cada manhã.
Você disse que eu devia continuar, que a minha busca é legítima. Sair do corpo, experimentar…porque há o que saber para além da mediocridade da matéria. Falou da vida. Não. Não posso crer na sua morte.
Por isso, nunca me refiro a você no passado. Você não foi. Você é. E será.
Nosso reencontro, nessa passagem, não foi em vão. Não para me fazer sofrer a sua partida. Não para te fazer partir, ainda jovem, não sei pra onde.
Sinto, agora, que fazemos parte de um Todo… Maior…Sublime…. Misterioso.
A experiência vivida hoje foi forte e marcante e me revelou o que busco, me deu a certeza do que quero. A direção. O Norte.
Que me chamem de maluca – sinto que preciso caminhar nesse rumo (é outono – sua estação preferida).
Tempo de soltar, de semear, de colher, de deixar ir…
Meu corpo, aos poucos, foi adormecendo. Tive vontade de deixá-lo (é outono!). Sinto uma expansão imensa. Senti vibração. Ficaria naquele estado o dia todo.
De repente, estava dirigindo e chorando. Era eu? Talvez sim. Ou, quem sabe, algumas das muitas mulheres que habitam minha alma…
O processo é irreversível. Não sei onde desembocará. Sei que preciso ir. Caminho ao seu encontro? Ao meu encontro? Decerto ao encontro do Todo onde tudo passa a fazer sentido. Há um Poder que tudo permeia, que não se vê, apenas se intui. Apenas se sente.
Hoje compreendi mais do que nunca o poema da minha querida Cecília Meireles, que diz assim:
“Não faças de ti
Um sonho a se realizar.
Vai. Sem caminho marcado.
Tu é o de todos os caminhos. ”
Que a minha intuição me conduza nessa viagem. Que a minha oração seja minha bagagem. To fazendo as malas. Ou desfazendo-as (é outono!).
A preparação já é o percurso. A essência prescinde de badulaques.
As lágrimas brotaram espontaneamente, como se, realmente, estivesse re-nascendo.
É a vida se renovando…
É a centelha se revelando…
É outono…

“A Respiração de Renascimento como eu ensino é um trabalho espiritual muito importante que envolve uma série de ciclos de Respiração Consciente Intuitiva de Energia, que proporciona às pessoas mais saúde, felicidade, sucesso e paz de espírito. Observar a Energia Divina se movimentar em nosso próprio corpo e mente é muito mágico, místico e miraculoso. Eu nunca cesso de me surpreender por este trabalho porque ele é a essência da Própria Vida.” Leonard Orr.

Há milhares de anos que são conhecidos, no Oriente, os poderes de técnicas respiratórias. Algumas das técnicas de respiração chegaram ao Ocidente e, nos anos 70, um americano estava tomando um banho quente quando começou a sentir que já era hora de sair. Leonard Orr ficou curioso para saber o que aconteceria se ficasse por mais uma hora ainda. Ficou, e após alguns minutos sua respiração começou a se alterar e passou a ter a experiência de estar revivendo seu nascimento. Quando sua vivência terminou, estava se sentindo profundamente relaxado, tranquilo, feliz e “renascido” – daí o nome Renascimento (Rebirthing).

Por muito tempo se acreditou que os resultados obtidos com uma sessão de Renascimento se devessem à água e não à respiração e que seu propósito fosse o de reviver o nascimento e renascer. Hoje em dia, ainda que a água (tanto fria quanto quente) tenha influência no processo, a maioria das sessões são realizadas “a seco”. A experiência do próprio nascimento é apenas uma das possibilidades desta técnica e eu não considero este seu principal objetivo, mas certamente é profundamente impactante e curativo para quem passa por esta linda experiência.

Numa sessão de Renascimento, inspira-se e expira-se pela mesma via (nariz ou boca), ligando a inspiração e a expiração, sem pausas – o que se chama de Respiração Circular. Ajudamos a inspiração para que ela seja profunda e permitimos que a expiração seja solta e relaxada, sem interferências. É só isso que é preciso fazer, o resto acontece espontaneamente. Após alguns minutos, começamos a experimentar diversas sensações físicas, tais como alterações de temperatura corporal, formigamentos, pequenos espasmos, tremores prazerosos, contrações musculares acompanhadas ou não de dor, etc. Também é possível surgir memórias, emoções, sensação de estar fora do corpo ou de reviver algo específico.

O importante no Renascimento é permitir que as coisas aconteçam e continuar respirando sem interferir, apenas acompanhando e observando seu corpo. Após cerca de uma hora começamos a experimentar um profundo bem-estar, vitalidade e relaxamento. As sessões de Renascimento podem acontecer individualmente ou em grupo, na água ou “a seco”, em consultório ou na natureza. Os diferentes ambientes induzem diferentes estados de relaxamento e percepção corporal, emocional e mental.

Mesmo que se trate de uma técnica simples, não sabemos o que nos acontece no estado alterado de consciência provocado pelo Renascimento. Por isso não é recomendado que pessoas inexperientes façam a respiração sozinhas. Essa técnica não tem contraindicação e portanto se dirige a todos que queiram experimentar expansão, prazer e bem-estar, além de estados alterados de percepção. Numa sessão, a técnica é explicada e demonstrada por um Renascedor experiente, que também acompanha todo o processo.

Com todas as instruções passadas, cabe à pessoa que respira apenas se entregar à respiração, pois é dentro dela que todo o processo acontece.

As sessões de Renascimento, que preferencialmente acontecem junto à terapia, são realizadas também no Instituto de Psicodrama e Psicoterapia, no bairro Guanabara em Campinas. Mas também é possível o agendamentos de sessões de respiração à parte da terapia, independentes da terapia.

 

Palavras-chave: campinas, depressão, ansiedade, psicoterapia, jung, terapia, insonia, junguiana, psicologia, pânico, psicoterapeuta, analítica, estresse, fobia, renascimento, insônia, psicólogo, terapeuta, sindrome, relacionamento, problemas, medo, crise, insegurança, emocionais, sombra, cambuí, emocional, sonhos, rebirthing, panico, cambui, psicologo

Site desenhado e construído pela Preface Design